A Verdade Sobre H1N1 e sua Vacina


Basicamente, há fortes indícios de que o vírus foi produzido em laboratório.

A Organização Mundial de Saúde lançou o alerta de pandemia , perigo Global, a 11 de Junho de 2009 .
Mas após um ano e sete meses, as pessoas ainda se interrogam : «Mas afinal a pandemia era tudo mentira? Simplesmente para as farmacêuticas venderem vacinas e lucrar?»

«Não morreram milhões de pessoas, como eles profetizavam, este assunto não passa de fachada?»

Veja esse video depois leia o artigo.


Meus amigos, deixem-me esclarecer-vos acerca de alguns aspectos:
 Éssa Elite global trabalha com a famosa regra de tres, que regra de tres? Assim Cria-se um problema, divulgase-se o problema e apresenta-se uma suposta solução.
A vacinação de milhões de pessoas fez parte do plano, para isso eles colocaram pânico nas pessoas. A vacinação massiva serviu para as farmacêuticas lucrarem imenso dinheiro, mas não foi apenas isso. Milhões de pessoas foram vacinadas e estão neste momento, a servir de cobaias, pois o vírus está em seus organismos, a gerar mutações, e irá evoluir para novas variantes.

Além disso a vacinação serviu para controle populacional, para gerar novas doenças raras, os efeitos negativos das vacinas ( incluindo algumas mortes) têm sido publicados pela Imprensa.

( A vacina da gripe suína pode provocar uma doença neurológica grave, a síndrome de Guillain-Barré, que causa paralisia, insuficiência respiratória e pode levar à morte, alertou o Governo britânico, através da Agência de Protecção da Saúde ( Health Protection Agency) em carta confidencial aos neurologistas do país (facto noticiado pelo Correio da Manhã ( Portugal ), dia 17 de setembro de 2009, com o título “Vacina da gripe A pode ser fatal”.

A Agência Européia de Remédios (EMA), sediada em Londres e encarregada de rever a segurança da vacina da gripe pandêmica admitiu que a OMS e as companhias de vacina estão conduzindo um experimento deliberado e proposital em larga escala nos povos da Europa e no resto do mundo atraves do uso de vacina cuja segurança não é conhecida.

Tais experimentos biológicos são proibidos por lei. (faça download deste documento vacina gripe a.pdf (126,6 kB)

Em Portugal três mulheres grávidas perderam os fetos, após serem vacinadas. E um pouco por todo o Mundo ocorreram casos desses. As páginas vão sendo removidas, dos sites de informação.

Em Itaituba ( Fordlândia), sudoeste do Pará ,Brasil , foi registrada a morte de um bebé, de apenas 1 ano e 4 meses, após a aplicação da Vacina contra o vírus H1N1.

Uma jovem de 25 anos, ficou com paralisia nas pernas, após receber a vacina, no Estado do Rio Grande do Sul , Brasil.

Segundo a secretária municipal de saúde, Zelionara Branco, a doença que paralisa o corpo é chamada de síndrome de guillain-barré. A secretaria não descarta que a paciente tenha reação a algum do componente da vacina.

Uma menina de 12 anos, Joany Acioli Barbosa, morreu em Abril de 2009, no Brasil, após tomar a vacina.

MENINA MORRE NO BRASIL.pdf (417,7 kB) (Clike e veja sobre o artigo)

O sogro do cantor Waldonys Menezes, Luciano Moreno Tavares ,de 66 anos, faleceu após tomar a vacina.

Grã Bretanha, paciente morre após tomar vacina.

paciente morre em Gra-betenha.pdf (265,7 kB) (clike e veja sobre o artigo)

Vejam o que a vacina fez a Desiree Jennings, de 25 anos, E.U.A. A 23 de agosto de 2009, a jovem começou a sofrer de uma condição neurológica raríssima, chamada de distonia

Não estou a fazer nenhuma campanha contra uma possivel nova vacinação, estou apenas a citar notícias de orgãos de comunicação. Caso ocorra novamente isso, fica a seu carater tomar ou não, a liberdade de escolha é Sua.
Mas o assunto da pandemia h1n1 não “morreu” em 2009.

A organização Mundial de saúde diz que em 2011 vai surgir uma nova vaga, portanto eles andam a preparar alguma!

E vão produzir novas vacinas para vender em 2011, portanto, vão gerar MAIS LUCRO.

Quer entender como Bush e o governo Americano lidou com o Assunto antes da H1N1 vir a tona.
Veja esse video:


Meu querido fique atento com essas pandemias que aparecem e suas vacinas.
Não seja cobaia de ninguem, Deus te abençoe !
 
Reações: 

PNDH-3: Rebelião contra Deus

Essa é a esperança do Anticristo: assumir a divindade satânica após o rapto da Igreja de Jesus Cristo!

Vejamos como as coisas surgem de forma acelerada em um mundo onde os aliados ao Anticristo preparam a rede para entregar-lhe todo poder – o que muito facilitará seu pleno comando mundial.

A história bíblica nos revela que Adão e Eva podiam comer de todos as árvores do jardim. Estavam proibidos apenas de decidirem, por si mesmos o que é bem ou mal (Gn 2.16,17).

Mas a serpente enganou o primeiro casal dizendo que a felicidade deles estaria em desobedecer a Deus. Comendo do fruto proibido, eles agiriam “como deuses, versados no bem e no mal” (Gn 3.5). A serpente queria convecê-los que ser livre para satisfazer os próprios caprichos, sem dar importância às leis que o Criador inscreveu na natureza, seria a verdadeira e autêntica libertação do homem!

Todos nós conhecemos as tristes consequências dessa rebelião contra Deus e da reivindicação de uma falsa autonomia diante de Cristo.

No dia 21 de dezembro de 2009 às vésperas do Natl, os brasileiros foram presenteados com o Decreto 7037/2009, que aprovou o 3° Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3). Foi oferecido ao povo o direito de agir, ignorando a Deus e não se importando com as leis naturais.

VEJAMOS ALGUNS ITENS APRESENTADOS NO PROGRAMA:


1- Casamento Homossexual e Troca de Sexo

Segundo o PNDH-3, a sexualidade humana, condição natural em que os sexos opostos se complementam, não precisa ser respeitada. Essa regra original da natureza – quando somente no casamento entre homem e mulher há verdadeira realização – recebe o nome de heteronormatividade.

“Homem e mulher os criou” Gn 1.27

Pois, para noss grande espanto, o programa se propõe à descontrução dessa regra, criando um novo conceito de família e uma forma inédita de organização familiar. Através do PNDH-3 (Plano Nacional dos Direitos Humanos), pretende reconhecer e incluir nos sistemas de informação do serviço público todas as “configurações familiares” (sic) constituídas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, com base na idéia já mencionada de desconstrução da heteronormatividade (sic). (Eixo Orientador III, diretriz 10, objetivo estratégico V, ação programática “d”).

Deseja, ainda, “apoiar projeto de lei que disponha sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo” e “promover ações voltadas à garantia do direito de adoção por parceiros homoafetivos” (Idem, ações programáticas “b” e “c”).

Enfim, de acordo com a proposta do PNDH-3M, declara que ninguém é obrigado a viver com o sexo original de nascimento, podendo – a qualquer momento, caso esteja insatisfeito – recorrer ao SUS (Sistema Único de Saúde) e realizar a cirurgia para troca de sexo (Eixo orientador III, diretriz 7, objetivo IV, ação programática “p”).

Tal decreto promete também garantir, a quem quiser fazer uso do SUS para mudança de sexo, bem como a seus familiares, o acompanhamento multiprofissional necessário. A cirurgia para troca de sexo é uma farsa e um crime, uma vez que a condição sexual não é determinada somente pelos órgãos genitais, mas preponderantemente pelo mapa genético de cada indivíduo.

O ato de extrair o órgão genital numa cirurgia de mudança de sexo não passa, na verdade, de uma mutilação do corpo. De acordo com estatísticas de médicos que já realizaram esse tipo de intervenção cirúrgica, 75% dos operados cometeram suicídio.

Perguntamos: para que serve o casamento de pessoas do mesmo sexo se a finalidade principal do matrimônio é a procriação da espécie? Sabemos que dois homens ou duas mulheres que se unam não conseguem procriar.

Quanto aos bens, o Código Civil já determina que a pessoa pode deixá-los a quem entender, após a morte ou através de doação ainda em vida.

Quanto ao direito previdenciário, por que beneficiar um grupo que nunca contribuiu para a Previdência em conformidade com as regras do sistema atual, já que – para a Lei – o conceito de família é fundamentado na união entre pessoas do sexo oposto? Que os interessados nos benefícios paguem a Previdência de acordo com a legislação vigente, em vez de quererem tirar daqueles que já estão pagando conforme as exigências do sistema atual.

Se a questão é afetividade, por que um neto que cuida da avó ou do avô não tem direito, quando este morre, não têm direito à aposentadoria do mesmo? Ou por que alguém criado por um irmão, quando este morre, não tem direito a receber pensão do falecido?

Entretanto, à luz dessa nova lei proposta, qualquer pessoa pode arranjar testemunhas falsas e declarar que matinha um relacionamento homoafetivo com o falecido para tornar-se apto a receber benefícios previdenciários.

É isso que o PNDH-3 pretende promover: a destruição da sua família, a dilapidação dos seus bens, mutilações absurdas e, por fim, a morte.

2- Legalização do Aborto

No dia 12 de maio, o presidente da República fez modificações no PNDH-3. E sobre esse tema, o aborto, nada mudou. Apenas foi acrescentado que o aborto “é uma questão de saúde pública”.

“Não matarás” Êx 2.13

Segundo o decreto, não seremos felizes respeitando a vida, mas se tivermos o direito de matar. Por isso, o programa PNDH-3 pretende “apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos” (Eixo Orientador IV, diretriz 9, objetivo estratégico III, ação programática g).

Usando a inverdade de que existem casos em que o aborto é legal no Brasil, o Estado já vem financiando sua prática em nossos hospitais. É desejo do governo “implementar mecanismos de monitoramento dos serviços de atendimento ao aborto legalmente autorizado (sic), garantindo seu cumprimento e facilidade de acesso” (Eixo Orientador IV, diretriz 17, objetivo II, ação programática g).

O que o governo deve fazer, na verdade, é um programa de proteção às mães que não tem condições de criar seus filhos, oferecendo-lhes imediato amparo durante o período de gravidez – tal já ocorre em leis proóprias com cobertura financeira – e, ao mesmo tempo, icentivando outras famílias capacitadas a adotarem seus filhos logo após o parto, e não incentivá-las a matar as crianças.

O mais inacreditável é que matar um feto de animais em extinção (como mico-leão, urso panda ou qualquer outro) é crime inafiançável contra a natureza.

Mas essa nova lei proposta na (PNHD-3) não considera crime matar a nossa própria espécie.

É lógico que as forças ligadas aos defensores dessa lei não pertencem ao gênero humano. São, de fato, forças do Anticristo para destruir a espécie humana.

Esse programa nos leva a exterminarnos a nós mesmo.

Além disso, se é uma verdade a mulher ser dona de seu próprio corpo, convém lembrar que o corpo em formação dentro dela, o feto, é um corpo alheio, uma outra vida, vida que não é dela. E o que dizer das ”barrigas de aluguel”? No útero dessas mulheres há um óvulo fertilizado que não é dela, e sim de outra pessoa. É interessante que no Brasil não há pena de morte para nenhum criminoso, mas para o inocente que não pediu para nascer é decretada a pena de morte, sem direito de defesa ou direito à fuga.

O feto é envenenado, esquartejado e jogado no lixo, ou transformado nos laboratórios em cosméticos como consequência da fertilidade dada por Deus ao homem e à mulher. Obedecer à vontade divina hoje – diz o decreto – é digno de morte. Por que matar se há tantas famílias que querem adotar?


3- Profissionalização da prostituição

Jesus disse à prostituta: “Vá e não peques mais” João 8.11

“Não cometerás adultério” Êx 20.14

Em matéria sexual, o decreto pretende oferecer a felicidade através da liberdade. Todos devem ter direito à “livre orientação sexual” (Eixo Orientador III, diretriz 10, objetivo estratégico V). Não deve haver liberdade, porém, para se opor ao homossexualismo. Essa conduta, denominada como homofobia, deve ser combatida pela Estado. Para isso, o governo pretende “fomentar a criação de redes de proteção dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), principalmente a partir do apoio “realizar campanhas e ações educativas para descontruir os estereótipos relativos às profissionais do sexo” (Eixo Orientador III, diretriz 9, objetivo estratégico III, ação programática h).

A proteção às mulheres prostitutas é uma falácia. A proteção maior acaba mesmo garantida para os donos dos prostíbulos. A grande verdade é que os exploradores de mulheres ficam protegidos pelo Estado. As prostitutas e gays que se prostituem, como garotos de programa, continuarão sendo explorados.

Jovens ainda serão comercializados e considerados como meros objetivos do mercado de trabalho, sem que ninguém seja punido. A sedução para o tráfico de sexo não será crime, e sim parte natural desse mercado. Os mais protegido por tal plano são os rufiões (cafetinas e gigolôs), que vivem hoje escondidos e, no fim das contas, se tornarão empresários famosos protegidos pela lei em nome de um estado liberal.

Nós, os chefes e mães de família, é quem sofreremos ao ver nosso filhos seduzidos por esse cruel mercado do sexo, sem nada poder fazer, porque os criminosos serão considerados famosos empresários.


4- Liberação das drogas

A maior parte das autoridades, como também os próprios usuários de drogas, dizem que a maconha é a porta para todas as drogas pesadas.

“Não vos embriagueis…” Ef 5.18

Os países que liberaram o uso das drogas, como a Holando, tiveram problema tão graves par resolver nessa área que o sistema de saúde não suportou tratar de tantas pessoas levadas à dependência química e com suas vidas destruídas pela maconha.

Que faremos com os que estão presos e condenados porque transportavam e vendiam drogas? Todos terão que ser soltos porque agora poderão estabelecer o seu próprio negócio empresarial de drogas com apoio governamental.

O Brasil será uma elite em potencial dos produtos de drogas, entre eles os famosos das FARC colombiano, que com o dinheiro das drogas promove o terrorismo.

Além disso, do mundo todo virão pessoas no intuito de adquirir drogas no Brasil para comércio e uso pessoal.

Já somos uma potência do turismo gay, principalmente no Rio de Janeiro, que é considerada a capital mundial dos homossexuais. E agora vamos criar e ampliar o turismo das drogas. A Previdência Social, que já está ameaçada de quebrar por não poder mais pagar tratamento digno aos que contribuem, não bastasse as despesas com operações de troca de sexo, assumirá também as consequências nefastas daqueles que livremente poderão utilizar as drogas oficializadas pelo governo.

Esforços estão sendo concentrados para a promoção de uma campanha sem precendentes contra o tabaco, porque foi descoberto que esse vício destrói a saúde. Sabe-se que mesmo os impostos exorbitantes pagos pela indústria do tabaco não compensam o prejuízo causado pelo fumo à saúde do cidadão e ao sistema previdenciário. É, no mínimo, uma insensatez proibir o tabaco e liberar as drogas.

Como introduz o livre comércio das drogas na sociedade, sem que a prática seja percebida ou recebida com impacto? É muito fácil. De igual forma estão fazendo com a introdução do casamento gay. A estratégia é a mesma. Numa época não tão distante, era praticamente impossível o divórcio. O que fizeram, então? Primeiro introduziram o disquite, logo após veio a separação de corpos, em seguida foi oficializado o divórcio. Hoje, o divórcio pode ser feito pela internet. Introduziram o união estável, e agora querem o casamento gay. Longa caminhada, porém sutil.

O mesmo está sendo feito com as drogas, leves ou pesadas. Querem descriminalizar a venda de drogas, conforme o que estão propondo na Resolução 374 do PNDH-3, Anexo 1 (Apoiar programas de assistência e orientação para usuários de drogas, em substituição ao indiciamento em inquérito policial e processo judicial).

A liberação das drogas declara a falência do Estado. O governo está confessando que não tem condições de deter o tráfico de drogas, e, por isso, é melhor liberá-lo. Se a Lei nº11.343 de 23 de agosto de 2006, em seu Cap. III Art.28, passou a prever penas alternativas para usuários, transportadores e os que mantêm a droga em depósito para uso pessoal, eliminando as leis anteriores que traziam penas severas de perda da liberdade para os usuários de drogas, qual a razão deste PNDH-3 de insistir em estudos para liberações maiores?

Estamos correndo a passos largos para a liberação total do consumo e das vendas.


5- Apreensão e queima de Bíblias

Esta é a razão do presidente da República ter concordado em abolir do PNDH-3, os símbolos religiosos, mas, não mandou que parassem com o PL 6418/2005, que manda queimar as Bíblias.

“Amarás o Senhor teu Deus” Dt 6.4

Se, conforme pensam os autores do programa, Deus é inimigo do homem por cercear sua liberdade, é necessário expulsar Deus. Por isso, o decreto prevê “desenvolver mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União” (Eixo orientador III, diretriz 10, objetivo estratégico VI, ação programática “c”).

A preocupação dos autores é compreensível: A presença de um símbolo religioso, uma Bíblia no Congresso Nacional, nos tribunais ou nas mesas de funcionários públicos e sua leitura nas escolas, ou nas aberturas dos sessões plenárias do Senado Federal, Assembléias Legislativas e Câmara de Vereados, e mais a presença na Constituição da expressão “Sob a proteção de Deus…”, bem como praças e monumentos à Bíblia, incomoda, para os que pretendem condenar inocentes à morte, incentivam os jovens à prostituição e às drogas e o esfalecimento da família como Deus a criou.

Este texto já estava sendo programado quando do PL 6418/2005, que manda queimar toda literatura que tenha textos contrários ao homossexualismo (as Bíblias). O que os incomoda não são os símbolos religiosos, mas a Bíblia (Palavra de Deus) lida, que faz mudança na vida das pessoas e mexe com a consiência.


6- Invasão de propriedades urbanas e rurais

“Nao roubarás” Êx. 20.15

Um dos grandes entraves do governo em seu apoio às invasões de terras é a ação d reintegração de posse. Por esse meio processual, o proprietário tem restituído o direito à posse de que havia sido privado pelo invasor. O decreto dá a entender que se pretende dificultar o cumprimento dessas ordens judiciais: “propor projeto de lei voltado a regulamentar o cumprimento de mandados de reintegração de posse ou correlatos, garantindo a observância do respeito aos Direitos Humanos” (Eixo Orientador IV, diretriz 17, objetivo estratégico VI, ação programática “b”). De fato, se invadir propriedade privada trata-se de um direito humano, é lógico que o governo queira mudar a lei para garantir o exercício desse direito.

O decreto é claro quando fala de propriedades rurais e urbanas, não só referindo-se às fazendas, mas, também, a residências particulares urbanas (templos religiosos ou suas propriedades poderão ser invadidas).

Não será possível mais recorre ao judiciário para adquirir a reintegração de posse, e sim apenas a uma comissão popular onde os julgadores serão os próprios interessados na invasão.

É interessante que na súmula dos direitos universais do ser humano, aprovado pela ONU, está o direito à propriedade. Para se dar esse direito a alguém, não se pode tirar de outro que já o possui. O governo inverte a ordem do direito propondo que seja tirado o direito de propriedade de quem, legitimamente, e com seus próprios esforços, adquiriu algo. Isso só encontramos nos comunismo mais cruel que já se viu sobre a terra: o russo e o cubano. Não e o modelo que queremos para o Brasil.

Nada mudou na alteração do pesidente Lula, feita no dia 12 de maio. Apenas mudou a expressão “Audiência pública” para “Audiência de conciliação”. Direito de propriedade não se medeia, nem se discute, é direito a absoluto.

Não se poderá recorrer ao judiciário para adquirir a reintegração de posse, mas, sim, a uma comissão popular onde os julgadores serão os próprios interessados na invasão.

Na declaração Universal dos Direitos Humanos, está o direito à propriedade. Para se dar esse direito a alguém, não se pode tirar de outro que já o possui.


7- Lei da mordaça

Como ocorreu no jardim do Éden, as promessas dos autores são ilusórias. O convite à liberdade esconde uma dura escravidão.

Os PLs 122 e 6.418 mantêm as penalidade para os cidadãos e os meios de comunicação que se manifestarem contra a prática do homossexualismo. Como se não existisse o Artigo 5º, IV da Constituição Federal, que garante a livre expressão de pensamento.

Se, por exemplo, são direitos humanos o aborto, o homossexualismo e a prostituição, o decreto pretende punir os que ousarem falar contra esses pretensos direitos. O decreto prevê diversas penalidades para os meios de comunicação social que contrariarem sua ideologia: “propor a criação de marco legal regulamentando o art. 221 da Constituição, estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados, como condição para sua autorga e renovação, prevendo penalidades administrativas como advertência, multa, suspensão de programação e cassação, de acordo com a gravidade das violações praticadas” (Eixo Orientador V, diretriz 22, objetivo estratégico I, ação programática “a”).

Como se vê, estamos às portas de uma ditadura marxista diferente de todas as outras que existem no mundo. Uma ditadura destruidora dos valores morais da família, protetora da prostituição, incentivadora do homossexualismo e das drogas. Este é o programa da última ditadura mundial: a do ANTICRISTO.

É aparentemente verdade que o presidente da República no dia 12 de maio, retirou do PNDH-3 a punição aos meios de comunicação. Mas, será crime da mesmo forma, e punido na mesma forma da Lei, aquele que fizer leituras de textos bíblicos que condenem a prática do homossexualismo, que é grandemente defendido no PNDH-3, exemplos: PL 6418/2005 e PL 122/2006.

Então, será crime da mesma forma discordar da prática do homossexualismo, da cirurgia para troca de sexo, e do casamento de pessoas do mesmo sexo.

(Isto viola frontalmente o Artigo 5º, IV da Constituição Federal que garante a liberdade de expressão do pensamento).

Porque assim sendo, estarão insurgindo contra a Lei.

Crédito: Édino Fonseca
 
Reações: 

O Real siginificado da Estatua da Liberdade.

Mark Dice Infowars.com
Então, eu apareci em um programa do History Channel. Sinto-me honrado, mas eu ainda preciso mostrar como eles estavam errados e como os três investigadores mal arranharam a superfície do simbolismo da Estátua da Liberdade, e ainda menos sobre os Illuminati.
Alguns podem achar que ela foi dada aos Estados Unidos pelos franceses, mas poucos sabem que ela na realidade orquestrada pela maçonaria, a sociedade secreta, e não pelo governo da França.A propaganda para o programa perguntava: "Será que a Estátua da Liberdade contem uma mensagem secreta? Existem símbolos secretos inserido nela? Seria ela um símbolo secreto gigante ? Será que ela realmente representa Lúcifer? A resposta a estas perguntas é sim."

Antes do episódio do programa "Decodificando por Brad Meltzer: Estátua da Liberdade", exibido pela primeira vez no History Channel dia 16 de dezembro de 2010, se você perguntasse à maioria dos americanos o que a Estátua da Liberdade representa, eles responderiam "América", "liberdade " ou "democracia".


É interessante como os Estados Unidos aceitaram
um "presente" de uma sociedade secreta, e em seguida colocaram em um porto em Nova York, você não acha? Eu poderia doar um monumento e ter uma cidade importante colocá-lo em um lugar onde todos possam vê-lo? Espero que sim, porque eu tenho algumas idéias em mente.
Frederic Bartholdi, o criador da Estátua da Liberdade, foi um maçom (não surpreendentemente), e muito familiarizado com o ocultismo e também com o simbolismo e filosofias dos Illuminati. As três figuras principais envolvidos com a estátua, Frederic Bartholdi, que projetou a estátua em si, Gustave Eiffel, que projetou a estrutura de suporte interno, e Richard Hunt, que projetou o pedestal, eram todos maçons.

O plano original de Bartholdi era para que uma estátua gigante deste tipo fosse colocada em um porto no Egito. Após a sua proposta ser recusada pelo governo egípcio, ele mudou um pouco seu design e ofereceu a estátua aos Estados Unidos.

O nome original da estátua era "A Liberdade Iluminando o Mundo", e não "Estátua da Liberdade". Novamente, a palavra "Iluminando" se encaixa perfeitamente com o tema dos Illuminati. Iluminando, Iluminismo, iluminação, o sol, inteligência, brilho, brilhante, Lúcifer. Você está percebendo? As pessoas inteligentes estão. Os zumbis, provavelmente, acabaram de parar de ler.

Uma imagem quase igual da Estátua da Liberdade fica na França, também em uma ilha, no rio Sena, em Paris, e foi criada em 1889, apenas três anos após a dos Estados Unidos. Se ele é um símbolo da "América", então porque é que há uma estátua quase idêntica na França? Na verdade, existem centenas de enormes "Estátuas da Liberdade" por todo o mundo.

Colosso de Rodes

Você não viu isso no programa, mas eu disse aos investigadores que a Estátua da Liberdade é essencialmente uma versão moderna do Colosso de Rhodes, que foi uma representação do deus grego do sol Hélios (Hélio é o deus do sol). O Colossus foi criado no século 3 antes de Cristo e retratava o deus Hélio segurando uma tocha e ficava localizado na ilha de Rodes, de frente para o mar. Ele tinha 107 metros de altura. Hélio também era representado como um olho que tudo vê, assim como os Illuminati.

"Esta gigantesca figura dourada, com a sua coroa de raios solares e sua tocha erguida, significava ocultamente o glorioso homem-sol dos Mistérios, o Salvador Universal." (Manly P. Hall - Os Ensinamentos Secretos de Todos os Tempos p. 189)

Há um poema impresso em uma placa que fica visível fora da Estátua da Liberdade em Nova Iorque, intitulado O Novo Colosso.

Houve também uma cerimônia maçônica, onde a placa abaixo foi posta perto da estátua. O texto da placa diz:

"Neste local em 5 de agosto de 1884, a pedra angular da Estátua da Liberdade Iluminando o Mundo foi colocada com uma cerimônia de William A. Brotte, William A. Brodie, Grande Mestre Macon do Estado de Nova Iorque. Membros da loja maçônica, representantes do Governo dos EUA e da Franca, oficiais do exército e da marinha, membros de Legações Estrangeiras e cidadãos ilustres estiveram presentes. Esta placa é dedicado aos maçons de Nova York, em comemoração do 100 º aniversário daquele acontecimento histórico."


Pedra Maçônica na Estátua da Liberdade

A estátua simboliza também um composto de uma grande variedade de antigas deusas que representam o princípio feminino.

Deixe-me explicar Lúcifer

Eu disse que para os Illuminati e os ocultistas, Lúcifer ou Satanás (basicamente a mesma coisa) é benigno. Filosoficamente, religiosamente, ou o que quer que seja, não importa. Lúcifer é bom para eles.

Lúcifer é simbolicamente o salvador por causa do conhecimento proibido, o auto-conhecimento e o raciocínio intelectual que ele (figurativamente, metaforicamente ou literalmente) dá aos humanos, junto com a capacidade de pensar racionalmente e elevá-los a deuses entre todos os outros animais na Terra.

Embora os Illuminati vejam os conhecimentos e informações como bens extremamente valiosos (e com razão), eles querem os manter para si próprios, e deixar os outros "no escuro". Aqui estão alguns autores ocultistas clássicos que explicam a visão ocultista de Lúcifer, ou Satanás.

Madame Blavatsky

"Assim,' Satanás', uma vez que ele deixa de ser visto no espírito supersticioso, dogmático e filosófico das Igrejas, cresce para a imagem grandiosa do que fez um ser terrestre virar um homem divino, que lhe deu, ao longo do longo ciclo de Maha- kalpa a lei do Espírito da vida, e fê-lo livre do Pecado de Ignorância, portanto, da morte " - Helena Blavatsky - A Doutrina Secreta VI, p. 198
"Assim Lúcifer - o espírito da Iluminação Intelectual e da Liberdade do Pensamento - é metaforicamente, o farol guia, que ajuda o homem a encontrar seu caminho através das rochas e bancos de areia da Vida, já que Lúcifer é o Logos em sua plenitude." Helena Blavatsky , HP - A Doutrina Secreta, v. II, p. 162

"Lúcifer, o portador da Luz! Nome estranho e misterioso para dar ao Espírito das Trevas! Lúcifer, o Filho da Manhã! É ele quem traz a luz, e com seus esplendores intoleráveis, cega as almas fracas, sensuais ou egoístas? Não duvide disso! " - Albert Pike - Moral e Dogma p. 321
"Tanto o afundamento da Atlântida e da história bíblica da queda do homem significam a involução espiritual - pré-requisito para a evolução do consciente."Manly P. Hall - Os Ensinamentos Secretos de Todos os Tempos p. 83

O perverso canalha do Aleister Crowley tinha isto para dizer:


"Esta serpente, Satanás, não é o inimigo do homem, seja ele quem fez da nossa raça deuses, conhecendo o bem e o mal, ele ordenou 'Conheça a ti mesmo' e ensinou a iniciação. Ele é o 'Diabo' do livro de Troth, e Seu emblema é o Baphomet, o Andrógino que é o hieróglifo da perfeição arcana" - Magia: A Teoria e Prática, p. 193

Independentemente da religião, há uma história na Bíblia que ajuda a explicar a filosofia do satanismo. Em Mateus 4:8-9, ele explica como Satanás levou Jesus ao topo de uma montanha e disse-lhe que lhe daria o controle sobre todos os reinos do mundo se ele adorasse a Satanás. Jesus, é claro, não aceitou esta oferta, mas esta história transmite um significado mais profundo do que parece superficialmente.

Então, quando Satanás disse a Jesus: "Tudo isto te darei a você se você se curvar e me adorares", ele disse parcialmente a verdade. Ele não estava divulgando as conseqüências que poderão ocorrer a partir de tais ações.

Não há necessidade de argumentar que Deus ou Satanás não existem. Uma interpretação literal ou figurada dessa filosofia ou o que seja "adoração" não muda nada, porque os efeitos são os mesmos de qualquer maneira. A passagem bíblica acima transmite a filosofia secreto do satanismo, seja você um cristão, muçulmano, judeu, hindu, ou até mesmo um ateu.

É interessante como maçons de alto nível negam ter qualquer coisa a ver com Lúcifer ou qualquer coisa Luciferiana, mas quando fica claro que eles incorporam Lúcifer em suas crenças, símbolos e filosofia, eles então dizem que nós entendemos mal.

Então, primeiro eles negam qualquer conhecimento sobre Lúcifer e em seguida, quando expostos como mentirosos, eles admitem isso, mas dizem que está tudo bem porque Lúcifer não é o diabo, e que ele é na realidade benigno.

A Tocha

Eu disse que a tocha que a Estátua da Liberdade está segurando representa a tocha de Prometeu, que significa Lúcifer no ocultismo. A história mitológica grega de Prometeu é a mesma alegoria de roubar o fogo (ou seja, o conhecimento) de Deus ou dos deuses, e dando aos seres humanos, assim causando a ira de Deus.

Helena Blavatsky explica em seu principal trabalho no ocultismo, "A Doutrina Sagrada" volume 2 (página 244), a alegoria de Prometeu, que rouba o fogo divino a fim de permitir aos homens prosseguir conscientemente no caminho da evolução espiritual, transformando assim no mais perfeito dos animais na terra e um deus em potencial, e os libertando para tomar o reino dos céus através da violência. Por isto também, a maldição pronunciada por Zeus contra Prometeu, e por Jehovah contra o seu "filho rebelde", Satanás".

Então não sou apenas eu fazendo a conexão entre Prometeu e Lúcifer. São os próprios ocultistas.
Aqui está Manly P. Hall, um dos maiores filósofos da Maçonaria, dizendo a mesma coisa em seu livro "Aulas em Filosofia Antigas" (página 163):

"O homem vagava sem esperança na escuridão da mortalidade, vivendo e morrendo sem luz ou entendimento em sua servitude ao Demiurgo e seu exército de espíritos. No fim, o espírito da rebelião entrou na criação sob a forma de Lúcifer, que sob o disfarce de uma serpente tentou o homem a revoltar-se contra os mandamentos de Jeová (o Demiurgo). Na Grécia, este personagem era conhecido como Prometeu, que trouxe o fogo impregnado dos deuses que iria liberar a vida latente nesta multidão de potencialidades de germes".

Os "chifres" na cabeça da Estátua da Liberdade

Os sete raios saindo da cabeça da Estátua da Liberdade representam os raios do sol, irradiando para fora de sua mente, e, simbolicamente, representa o espírito que irradia a partir da mente como conhecimento. Há sete deles, porque os chifres representam as sete artes e ciências liberais, assim uma base de conhecimento essencial.

A Illuminati adora o conhecimento, ou Gnosis, e eles gostam de deixar as outras pessoas no escuro, ou seja, mantidos na ignorância. A estátua também está segurando um livro, obviamente, símbolo do conhecimento e da informação, mais uma vez se encaixando com o tema do conhecimento e da informação, porque o conhecimento é poder, e é isso que os Illuminati têm.
 
Reações: 

Quem é a mulher da nota do real?

Você sabe quem é a mulher da Nota do Real?

Você, amigo leitor, já se deparou com situações cujas respostas são tão simples quanto as perguntas? Devo preveni-lo de que não é este o caso. Mas, quem é mesmo esta tal mulher que a anos circula nas notas de real? Qual é a importância tamanha que a fez parar justo estampada em todas as notas de real, e na moeda de1,00 real? Se é alguma heroína nacional, porque o seu nome não aparece próximo a efige que a homenageia?



nota de 50 (cinqenta) reais

O fato é, que esta mulher não é brasileira. Para compreender o contexto do culto desta divindade, é preciso fazer uma viagem pela história das primeiras civilizações. Esteja preparado para este percurso que vai da bíblia aos livros de história.

Para começar, compreendamos que o conceito de liberdade iluminista influenciou o movimento revolucionário francês e a "declaração dos direitos do homem" que se tem hoje como documento mor dos direitos humanos. Sob esta influência ideológica, surgiu o quadro de Eugéne Delacroix, "a liberdade guiando o povo" cujo original se encontra no museu do louvre, em paris.


(mais a frente, compare esta imagem com a Pax romana)
"a liberdade guiando o povo", museu do louvre, Paris.

É interessante que se note que esta mulher recebeu influências de cunho maçônico, e também o documento. O que não me deixa mentir (no caso do documento) é o "olho que tudo vê" que está acima. Mas, e a mulher do quadro? Que influencias esta mulher pode ter recebido de outras culturas senão o "fogo" do propósito revolucionário francês? Antes de compreendermos isto, iremos a história de sua correspondente precursora na história: Semiramis.

A bíblia conta que um dos filhos de Noé, aquele que riu de sua nudês, Cã (ou Cão) após ser amaldiçoado pelo pai por ter zombado de sua nudez quando Noé estava embriagado, teve filhos. Um deles, chamava-se Cuxe. Ele, por sua vez, tomou por mulher Semiramis, que com ele, teve um filho chamado Ninrode.
Ninrode ficou biblicamente conhecido como o primeiro poderoso da terra, foi o construtor de Babel e de sua memorável torre, em respaldo de que a humanidade jamais seria novamente tragada pelo dilúvio. Inimigo do Deus (Deus este adorado no cristianismo, judaísmo e em outras religiões monoteístas) pretendia reunir a humanidade em um só lugar, ajuntando e o fazendo em desobediência a ordem divina "crescei, multiplicai e sede fecundos" (Gênesis 1:28).
Ninrode era adorado como o deus sol. Ficou conhecido como rei dos céus pela grande altura da torre de Babel, por ele construida. Tomou então como esposa a própria mãe, Semiramis tornando-a então, a rainha do céu (já que mãe e esposa do príncipe) e a partir dai, cultuada como a deusa lua e conhecida como a rainha dos céus ou mãe de Deus (qualquer semelhança com a "virgem maria" católica, não é mera coincidência)

Ninrode foi morto por seu tio avô Sem (filho de Noé, irmão de Cão). Este o esquartejou e separou seus pedaços, dando fim a sua enorme maldade, e irreverência (qualquer semelhança com Sete e Osiris, não é mera coincidência)

Quando Ninrode foi morto Semiramis tinha todas as partes do seu corpo que tinham sido enviados de todo o reino de Uruk se reuniram, com exceção de uma parte que não pôde ser encontrado. Essa parte que faltava era o seu órgão reprodutor. Semiramis disse ao povo da Babilônia que Ninrode não poderia voltar a vida sem seu pênis, e que ele havia subido aos céus para assumir seu lugar de Deus sol, que a Rainha Semiramis igualmente proclamou que Baal. Disse também que ele se faria presente na Terra sob a forma de uma chama, se vela ou lâmpada, quando usados na adoração (a chama da liberdade). Com a ajuda de Satanás Semiramis tornou-se uma deusa, filha da deusa Atargatis-peixe (como o peixe nunca foram destruídos durante o dilúvio), e se conectado com as pombas de Ishtar ou Astarte ".

Semiramis alegou que ela foi concebida imaculada.

Ensinou que a lua era uma deusa que passou por um ciclo de 28 dias e ovularam quando estiver cheia.

Ela alegou ainda que ela veio da lua em um ovo de lua gigante que caiu no rio Eufrates. Isso era para ter acontecido no momento da primeira lua cheia após o equinócio da primavera.

Semíramis tornou-se conhecido como "Ishtar" que é pronunciado como "Easter", e seu ovo lua tornou-se conhecido como "Ishtar" ovo ".. Ela se tornou conhecida como Isis, Diana, Artemis. Astarte, Cybele, etc em outras culturas como as pessoas migraram de Babel. nomes diferentes devido às diferenças agora em todas as línguas.

Semiramis logo engravidou (pai desconhecido) e ela alegou que era os raios do deus Baal-sol que a levou a conceber. O filho que ela deu à luz foi chamado Tamuz. Tammuz, como seu suposto pai, tornou-se caçador. Um dia Tammuz foi morto por um porco selvagem.

Semiramis disse ao povo que Tamuz agora subiu para seu pai, Baal, e que os dois estariam com os adoradores da vela ou lâmpada sagrada chama de Pai, Filho e Espírito Santo.


Semiramis era agora adorada como a "Mãe de Deus e Rainha dos Céus". Disse que quando aos adoradores de Tammuz que quando foi morto por um porco selvagem, seu sangue caiu no toco de uma árvore verde, e do toco cresceu uma árvore durante a noite.

Isso fez com que a árvore verde sagrada com o sangue de Tamuz. Ela também proclamou um período de quarenta dias de tempo de tristeza em cada ano anterior ao aniversário da morte de Tamuz. Durante este tempo, nenhuma carne era para ser comida. Adoradores meditavam sobre os mistérios sagrados de Baal e Tamuz. A letra inicial de "Tam-Muz" foi escrita em hebraico como um sinal vertical da cruz e foi pronunciado como "Tau". Assim, o sinal da cruz foi a letra inicial do deus babilônico "Tamuz" , ou Baco ou Ninrode. Nabilônios tinham que fazer o sinal do "T" na frente de seus corações, quando eles adoravam. Eles também comeram os bolos sagrados com a marcação de um "T" ou cruz no topo. O sinal da cruz foi, portanto, usado como um símbolo sagrado mágico para afastar o mal.

Todo ano, no primeiro domingo após a primeira lua cheia depois do equinócio da Primavera, uma celebração era feita. Foi chamado Domingo de Ishtar. Ela também proclamou que, como Tammuz foi morto por um porco, um porco deveria ser consumidos nesse domingo.

Este, também adorado como Deus sol (como descreve a bíblia em Ezequiel 8:12) e tido como reencarnação do pai Ninrode, de quem recebera espirito por legado. Então ficara Ninrode, Semiramis e Tamuz: a "sagrada familia" (qualquer semelhança com a sagrada familia católica, não é mera coincidência).

Os mais eruditos sabem, que a igreja católica foi fundada do pó das ruínas do império Romano, então dominador e que absorvera as culturas pagãs para se fortalecer, e assim, estabelecer o domínio das massas.

E quando se fala em império romano, divindade... de quem se lembram os mais achegados aos estudos da história?

MITRA : DEO SOL INVICTVS (não é mesmo?)

Mitra, que era cultuado como o Deus sol, cujo touro sacrifical representava a lua, tem lá suas semelhanças com o que chamo de "Cristolicismo" (cristianismo + catolicismo = sincretismo pagão) que mistura uma série de crenças com a doutrina que se tem hoje. Como a prática da santa ceia, (para alguns cristãos, não existe a santa ceia. Para os mesmos, a menságem esta contida no repartir e não no comer em si). Ceia esta que era praticada nas religiões mitraicas, onde se comia o pão e o vinho, em honra ao corpo e o sangue sacrifical de mitra e do touro sagrado por ele morto. Inclusive, o dia de seu nascimento é 25 de dezembro, data esta do que diz-se que cristo nasceu (diz-se, pois a bíblia, livro texto do cristianismo, não contém sequer registro do dia do seu nascimento).

Ainda voltando a história de Ninrode, este foi morto esquartejado, assim como seu correspondente na cultura egipcia: Osiris. A história diz que Osiris teve seu corpo esquartejado e os pedaços separados por Sete (que não era seu tio avô, mas seu irmão, o que não anula o grau de parentesco). A deusa Isis então, viajou a procura dos pedaços.

Com uma percepção aguçada, podemos perceber a evidente relação entre estas divindades. A adoração ao deus sol (Tamuz) que é citada na bíblia, é a mesma prestada a Horus (ou Rá), deus sol na cultura egípcia. Visto que Isis (Semiramis,como já explicado e demonstrado anteriormente) é ninguém menos que sua mãe, e aparece amamentando Horus (Tamuz).



........
(a direita, Isis amamenta Hórus. A esquerda, Hòrus ou Rá, o deus sol na cultura egípcia)

O símbolo da familia sagrada persistiu pelos tempos. Até que veio o catolicismo e sua imagem tomou a versão mais conhecida hoje: A sagrada familia católica.


Obs: O objetivo desta reportagem não é atacar a crença de nenhum indivíduo, e sim, informar com base em estudos Históricos.


Estes personagens tem seus registros na história e a bíblia, em Ezequiel 8:12 a 16, quando o senhor Deus se enfurece pelo povo de israel adorar a Tamus (o Deus sol, também da cultura egípcia, maia, etc...) com a expansão das culturas pagãs, a imágem desta deusa pagã se espalha inclusive, no meio católico, com a imagem da suposta maria, mãe de deus. Observe abaixo:


(semiramis - rainha do céu; semiramis - mãe de Deus)

As divindades, são as mesmas. As culturas é que se modificam e a cada cultura, sua divindade. Adaptada a cultura local, a divindade tem maior aceitabilidade de culto e assim, acaba-se desconhecendo a origem cultural da divindade em questão. Culturas podem se misturar por exemplo, no caso da invasão de território, como quando roma conquistou a grécia e absorveu parte de sua cultura que está presente em nossos dias atuais. Observe a imagem da deusa egípcia Isis com horus no colo (Semiramis e Tamuz) :


"Isis e Horus". Museu imhotep, Sakara, Egito


Leia este trecho de busca no wikipédia sobre a homogeneização das crenças pagãs com a religião cristã:
"Alguns eruditos traçam paralelos entre a adoração de Ísis na época final do Império Romano e a adoração à Virgem Maria cristã. Quando o cristianismo começou a ganhar popularidade, difundindo-se na Europa e em todas as partes do Império, os primitivos cristãos converteram um relicário da Ísis egípcia em um para Maria e de outros modos "deliberadamente tomaram imagens do mundo pagão". Embora a Virgem Maria não seja idolatrada pelos cristãos (é venerada tanto pelos Católicos quanto pelos Ortodoxos), o seu papel, como figura de mãe compassiva, tem paralelos com a figura de Ísis. O historiador Will Durant observou que "os primitivos Cristãos por vezes fizeram os seus cultos diante de estátuas de Ísis amamentando o filho Hórus, vendo nelas uma outra forma do nobre a antigo mito pelo qual a mulher (isto é, o princípio feminino) é a criadora de todas as coisas, tornando-se por fim, a "Mãe de Deus". Hórus, sob este aspecto infantil, foi denominado Harpócrates pelos antigos Gregos. Isto é fruto da exposição dos primitivos cristãos à arte egípcia. Uma pesquisa com "os vinte principais Egiptólogos", conduzida pelo Dr. W. Ward Gasque, um erudito cristão, revelou que todos os participantes reconheceram" que a imagem de Ísis com o bebê Hórus influenciou na iconografia cristã da Virgem e o Menino", mas que não houve nenhuma outra semelhança, como por exemplo, que Hórus tenha nascido de uma virgem, que tenha tido doze seguidores, ou outros. A veneração a Maria na Igreja Ortodoxa e mesmo na tradição da Igreja Anglicana é frequentemente superestimada. As imagens tradicionais (ícones) de Maria ainda são populares na Igreja Ortodoxa nos dias de hoje".
fonte:wikipédia,a enciclopédia livre (verbete : isis)


Ela é a deusa Irene (deusa da paz na cultura romana) na qual foi inspirada a pax romana.

Veja abaixo que ela está com um menino no colo (você já deve saber quem é, não é mesmo?)



(a esquerda, Irene. A direita, a Pax romana)
Observem que os seios da imagem a esquerda estão a mostra, simbolizando maternidade, fertilidade, assim como o quadro de Eugéne Delacroix, onde simbolizavam protesto.
Esta mulher também recebe o nome de Columbia, a mulher da imagem do Columbia Entertainment.


É também, a mulher na famosa estátua da liberdade (lady liberty)
Observe suas semelhanças com Mitra, clara referência a sua homenagem.

E têmis, a deusa simbolo da justiça (com a espada, a balança e a venda em seus olhos)


É também Artêmis (deusa da caça na cultura grega)



É Diana de éfeso (deusa dos campos na qual foi inspirada a mulher maravilha e o nome da princesa Diana)



A seguir,uma lista de nomes adaptados para as diversas culturas para adoração de Semiramis:


Tradução: Nomes diversos para a deusa pagã Semiramis:



Leia esta pesquisa da wikipédia: Semíramis Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Semíramis foi uma bela rainha mitológica que segundo as lendas gregas e lendas persas reinou sobre a Pérsia, Assíria, Armênia, Arábia ,Egito e toda a Ásia, durante mais de 42 anos, foi fundadora da Babilônia e de seus jardins suspensos. Subiu ao céu transformada em pomba, após entregar a coroa ao seu filho, Tamuz. História entre as muitas lendas que a rodeiam uma afirma que foi filha de uma sacerdotisa que a abandonou à morte no deserto. Pombas a encontraram-na e a alimentaram até que um pastor de nome Simas a encontrou. Também pode ser identificada com Shammuramat, rainha da Assíria e que foi esposa de Shamshi-Adad V e mãe de Adad-nirari III. A história de Semíramis foi tema de uma ópera de Gioacchino Rossini, e o escritor espanhol Alejandro Núñez Alonso fez uma série de novelas históricas em torno desta fascinante personagem. De acordo com estudiosos teológicos, Semíramis fora esposa de Ninrode, um dos primeiros homens mais poderosos do mundo (Gênesis10:8-12), que inaugurou a cidade bíblica de Babel. Segundo a tradição, Ninrode desejava reunir toda a humanidade em torno de si e construir uma torre que chegasse aos céus, com o argumento de ninguém ser tragado por um dilúvio novamente, manterem-se unidos e serem conhecidos por gerações (Gênesis 11:4). Com a grande estatura da torre, Ninrode tornou-se conhecido como "príncipe dos céus". Sobre este homem, Flavio Josefo escreveu: "Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era fazê-los continuamente dependentes do seu próprio poder. Ele ameaçou vingar-se de Deus, se Este quisesse novamente inundar a terra; porque construiria uma torre mais alta do que poderia ser atingida pela água e vingaria a destruição dos seus antepassados. O povo estava ansioso de seguir este conselho, achando ser escravidão submeter-se a Deus; de modo que empreenderam construir a torre [...] e ela subiu com rapidez além de todas as expectativas." — Jewish Antiquities (Antiguidades Judaicas), I, 114, 115 (iv, 2, 3). Já Semíramis ficou conhecida como "rainha dos céus", nome de uma divindade idolatrada no Oriente Médio durante a Idade Antiga.
fonte : Wikipedia,a enciclopédia livre. (verbete : semiramis)


A babilônia, descrita em código profético apocalíptico, é a mãe de todas as abominações. Isto apenas reforça o que está escrito no último, mas não menos importante livro da bíblia.
A história, a bíblia e a nota de real tem registro desta deusa pagã (mãe de todas as prostitutas, já que fundadora de babilônia). A verdade é, que esta deusa pagã tem sido cultuada de maneira oculta até no dinheiro que você se esforça tanto para ganhar.


Lucas 12:2 "Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido".


Referências bibliográficas: Wikipédia,a enciclopédia livre (verbetes: Semiramis; Tamus; Nimrod;Isis).
MELLA, Federico A. Arborio. O Egito dos faraós: história, civilização, cultura. São Paulo: Hemus, 1998.
Thomas Bulfinch -Livro de Ouro da Mitologia
 
Reações: